Mobilização em defesa da Justiça do Trabalho foi realizada em Caxias do Sul



Em 5/2, a cidade de Caxias do Sul (RS) foi palco de ato público em defesa da Justiça do Trabalho e da democracia. A AMATRA IV esteve entre as entidades que apoiaram a mobilização realizada em frente ao Foro Trabalhista do município. O evento contou com a presença de magistrados, servidores, advogados e público em geral, reunindo expressivo número de participantes.
Em sua manifestação aos presentes, o juiz do Trabalho Rafael da Silva Marques destacou, entre outros aspectos, os papéis fundamentais da Justiça do Trabalho e do Direito do Trabalho. Nesse sentido, o magistrado frisou que foram esses os primeiros a enxergar os "invisíveis", a recebê-los, dar-lhes voz e reconhecer as suas causas.  "O que vem primeiro, o trabalho ou o capital? Existe capital sem trabalho?" questionou o magistrado.
A atividade  também contou com o apoio da OAB Caxias, de centrais sindicais e da Associação Juízes para a Democracia - representada no ato pela juíza do Trabalho Ana Júlia Fazenda Nunes.
No término do evento houve a aprovação (de forma simbólica e unânime) de um manifesto à sociedade. No documento, entre outros pontos, é ressaltado que os argumentos definindo a legislação trabalhista no Brasil como antiquada, rígida e geradora de custos excessivos aos empregadores são utilizados desde a década de 1960 para promover a regressão de direitos.

Leia abaixo o texto na íntegra.

 

 Fotos: Denise Bampi

 

Facebook

Rua Rafael Saadi, 127 | Bairro Menino Deus | Porto Alegre, RS | CEP: | Tel/Fax: (51) 3231-5759