A REFORMA TRABALHISTA E A ARBITRAGEM

A reforma trabalhista prevê a possibilidade de arbitragem para solucionar conflitos que envolvem trabalhadores com salários mais elevados. “O processo vai ser julgado por um árbitro, que não integra o Poder Judiciário, podendo por esse motivo sofrer mais influência do empregador”, alerta o juiz do Trabalho Inácio André de Oliveira, presidente da Amatra 21 (RN). #otrabalhoedetodosajusticatambem #naoaoplc38 #porumdialogodemocratico

Facebook

Rua Rafael Saadi, 127 | Bairro Menino Deus | Porto Alegre, RS | CEP: | Tel/Fax: (51) 3231-5759