AMATRA IV dá início à aplicação do TJC a jovens internos na Fase

Um encontro marcado pelo aprendizado e pela troca de ideias. Assim pode ser definida a primeira aula organizada pela AMATRA IV (foto) na manhã desta segunda-feira, 19/11, aos jovens internos da Fundação de Atendimento Sócio – Educativo (Fase). A atividade é inédita no País e integra o Programa Trabalho, Justiça e Cidadania (TJC). Neste encontro inaugural, destaque para as atuações das juízas do Trabalho Aline Fagundes e Cristina Bastiani que, de forma acertada, mesclaram o repasse de conhecimentos e  o cuidado de informar na linguagem necessária ao entendimento dos jovens. Ambas também abriram espaço em suas abordagens para que os internos pudessem tirar uma série de dúvidas a respeito de temas voltados aos direitos e deveres do trabalhador (Carteira do Trabalho, férias, 13º salário, e profissões, entre outros enfoques). Opinião que encontra eco nas análises feitas por E. e J., dois dos jovens que participaram desta primeira turma de alunos.

 

Ao final, ao avaliar a iniciativa, os adolescentes a definiram como uma ocasião de aprendizado e bem esclarecedora. Os internos também se mostraram surpresos por estarem numa aula proferida por juízes do Trabalho. As aulas seguem na tarde desta segunda e se estendem até o dia 22 de novembro (quinta-feira), nos turnos da manhã e tarde, sempre no Centro de Atendimento Sócio-educativo Padre Cacique.

No total, mais de 50 adolescentes serão atendidos pelo TJC na Fundação nesta primeira etapa. No início de dezembro, a AMATRA IV fará uma nova rodada do programa na Fase, ampliando as aulas para outros 100 jovens.

Saiba mais:

O TJC é uma iniciativa que leva os juízes do Trabalho às escolas para participar de encontros com professores e alunos. O princípio do programa é acreditar que o acesso à informação pode realmente contribuir para o pleno exercício da cidadania.

Devido ao termo de cooperação firmado com a Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos do RS, a AMATRA iniciou, de forma inédita, a implantação do TJC na Fase em agosto deste ano, proporcionando a formação e capacitação de 99 servidores de duas unidades: Carlos Santos e Padre Cacique e, ainda, da Escola Alberto Pasqualini. Agora, nesta segunda etapa, os juízes do Trabalho terão contato direto com os jovens da unidade Padre Cacique para proferir aulas em que abordarão diversos temas, como, por exemplo, os direitos e deveres básicos do trabalhador, trabalho infantil, trabalho escravo, trabalho doméstico, estágio, jovem aprendiz e segurança no trabalho, entre outros.

As aulas, que vão de 19 a 22 de novembro, serão voltadas a jovens da Internação Provisória (IP), da Internação Sem Possibilidade de Atividade Externa (Ispae) e da Internação Com Possibilidade de Atividade Externa (Icpae).

Facebook

Rua Rafael Saadi, 127 | Bairro Menino Deus | Porto Alegre, RS | CEP: | Tel/Fax: (51) 3231-5759